Notícias

Termina nesta sexta-feira prazo para pagar eSocial de doméstica sobre a folha de junho

Jul 05, 2019 | Comentários

Termina nesta sexta-feira, dia 5, o prazo para pagar o eSocial da doméstica referente à folha de junho. Em geral, o limite de recolhimento da guia única é o dia 7. Mas, este mês, a data cai num domingo. Por isso, é necessário quitar o Documento de Arrecadação do eSocial (DAE) antecipadamente.

O documento reúne várias alíquotas: 8% de contribuição patronal previdenciária, 0,8% de seguro contra acidentes do trabalho (GILRAT), 8% de FGTS e 3,2% de indenização compensatória (multa rescisória de FGTS devida pelo patrão em caso de demissão sem justa causa) — que são de responsabilidade do empregador.

Além disso, há uma alíquota de 8% a 11% de contribuição previdenciária da empregada (de acordo com o salário), mas o Imposto sobre a Renda Pessoa Física (IRPF), se for o caso, retido do salário da trabalhadora.

Para emitir a guia unificada de pagamento, o empregador deve acessar a página. Os documentos gerados a partir da data de vencimento serão calculados com multa de 0,33% por dia de atraso.

Além do pagamento da guia unificada em guichê de caixa, os patrões têm canais alternativos oferecidos pela rede bancária — como casas lotéricas, internet banking e terminais de autoatendimento.

São exemplos de ocupações dos empregados domésticos: mordomo, motorista, governanta, babá, jardineiro, copeira, arrumador, cuidador de idoso, cuidador em saúde, caseiro e afins.

Dúvidas podem ser esclarecidas

Os empregadores que utilizam o eSocial — inclusive os domésticos — têm à disposição uma central de atendimento para esclarecer dúvidas (0800-730-0888). O objetivo é ajudar os usuários a resolver problemas relacionais ao envio de informações, além de auxiliar na consulta e na edição de dados.

O serviço — que atende apenas chamadas feitas de telefones fixos — oferece auxílio para quem trabalha com os módulos Web do eSocial (Web Empresas, MEI e Web Doméstico). O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

O 0800, porém, é destinado a quem deseja resolver questões técnicas de uso da ferramenta. Não há suporte para quem tem dúvidas a respeito de legislação. Neste caso, a orientação é que o usuário procure um órgão que integra o eSocial, de acordo com o assunto que deseja tratar.

A lista pode ser conferida na página. No caso de empresas, a sugestão é que o empregador procure sua consultoria contábil ou jurídica.

Outra opção de atendimento é o e-mail. Basta acessar o “Fale Conosco”. Há áreas destinadas a empresas, órgãos públicos e empregadores domésticos. As respostas serão enviadas no e-mail informado no formulário. Há também uma espécie de perguntas e respostas para resolver problemas mais comuns.

Fonte: Portal Fenacon / Extra

Compartilhe:

Postagens Recentes

Previdência privada poderá ser...

Set 19

FGTS: Ministério do Trabalho notifica...

Set 17

Imposto de Renda: Receita paga nesta...

Set 16

Saque do FGTS começa hoje. Veja tudo o...

Set 13

Simples Nacional sofre Exclusão por...

Set 12

Saques do FGTS começam nesta...

Set 11

Prazo de cadastro para estabelecimentos...

Set 10

IRPF 2019: consulta ao 4º lote de...

Set 09