Notícias

Prefeitura de SP autoriza volta às aulas presenciais apenas para o Ensino Médio em 3 de novembro

Out 22, 2020 | Comentários

Aulas estão suspensas desde março devido a pandemia de Covid-19. Primeira etapa do censo sorológico da Educação apontou que 13,2% dos alunos, professores e funcionários da rede municipal testados tiveram contato com a doença.

Cadeiras serão bloqueadas para uso para ampliar o distanciamento entre os estudantes — Foto: Bárbara Muniz Vieira/G1

A Prefeitura de São Paulo autorizou o retorno das aulas regulares presenciais somente para os alunos do Ensino Médio no dia 3 de novembro. Já para os estudantes dos ensinos infantil e fundamental foram mantidas as atividades extracurriculares, segundo informou o prefeito Bruno Covas (PSDB), no início da tarde desta quinta-feira (22).

A autorização é válida para alunos das redes municipal, estadual e privada na capital paulista. E o retorno às aulas é facultativo. As aulas estavam suspensas desde março devido a quarentena provocada pela pandemia de coronavírus.

Veja como fica a volta às aulas:

  • Ensino Infantil: estão permitidas apenas atividades extracurriculares
  • Ensino Fundamental: mantidas atividades extracurriculares
  • Ensino Médio: retorno às aulas presenciais em 3 de novembro

"Seguindo a recomendação da área da Saúde, a Prefeitura de São Paulo vai manter apenas as atividades extracurriculares para o ensino infantil e para o ensino fundamental e vai autorizar o retorno às aulas para o Ensino Médio a partir do dia 3 de novembro aqui na cidade. Lembrando que essa autorização para o retorno é para as três redes: a rede municipal, a rede estadual e a rede privada. Ela é voluntária para os pais, de acordo com a decisão já do Conselho Nacional de Educação, e ela deve seguir os protocolos sanitários já estabelecidos", afirmou Covas.

Após a divulgação da segunda fase do censo sorológico, em 19 de novembro, será definido a data de retorno dos demais alunos.

"Queria anunciar também que no dia 19 de novembro, com base na segunda fase do censo sorológico e com a evolução da pandemia na cidade de São Paulo, nós teremos uma nova coletiva para anunciar o que acontece e o que fica autorizado na cidade de São Paulo em relação a área da educação a partir do dia 1º de dezembro", disse o prefeito.

Os alunos do Ensino Médio que decidirem voltar para as escolas farão uma prova para medir o que aprenderam no período de aulas remotas. Com o resultado dessa avaliação, serão definidas estratégias de reforço pedagógico.

O anúncio foi feito durante coletiva de imprensa da divulgação da primeira etapa do censo sorológico realizada com alunos, professores e funcionários da rede municipal de ensino. A primeira fase realizou testes em 65.400 mil pessoas até 21 de outubro e foi detectado que 13,2% do público alvo já teve contato com o vírus da Covid-19. Entre os positivos, as crianças e adolescentes são a maioria dos infectados.

De acordo com Covas, somente os docentes que já tiveram a doença retornarão para as escolas. "Nós vamos chamar para voltar para dentro da sala de aula apenas os professores que já estão imunizados de acordo com o censo que está sendo realizado pela Prefeitura de São Paulo."

Ao todo, a Prefeitura de São Paulo estima realizar testes em 675 mil alunos e 120 mil professores e funcionários. A realização dos testes não é obrigatória.

O censo é um levantamento realizado pela Prefeitura de São Paulo em toda a rede municipal de ensino e realiza exames sorológicos que avaliam a presença de anticorpos específicos no sangue, identificando quem já teve o novo coronavírus. No entanto, a presença de anticorpos no organismo não significa que a pessoa esteja imune.

O retorno às aulas presenciais para os estudantes do ensino superior estavam autorizadas na cidade desde o dia 7 de outubro, além de atividades extracurriculares para os ensinos infantil, fundamental e médio.

Rede municipal

Segundo o secretário municipal da Educação, Bruno Caetano, as escolas da rede estão preparadas para receber os alunos tanto para aulas regulares como para as atividades extracurriculares com o cumprimento de todas as regras sanitárias.

As escolas públicas municipais que queiram realizar atividades extracurriculares, e ainda não aderiram ao programa, poderão fazer a sua inscrição até o dia 28 de outubro para o retorno em 3 de novembro. As escolas que se manifestarem até o dia 5 de novembro poderão retomar as atividades extracurriculares em 10 de novembro.

"Daremos uma atenção especial nessas atividades extracurriculares ao nono ano do ensino fundamental por uma razão pedagógica. Esses estudantes, esses adolescentes no próximo ano mudarão de ciclo, passarão para o Ensino Médio e, portanto, nós vamos estimular a realização de atividades extracurriculares especialmente para esse seguimento levando em consideração que já temos condição de saber quais são os alunos que desenvolveram esses anticorpos e também quais são os professores que poderiam auxiliar de maneira mais direta e intensiva essas atividades extracurriculares", afirmou Bruno Caetano.

Segundo Caetano, o calendário escolar até o final do ano de dezembro e do ano de 2021 será divulgado posteriormente.

Atividades extracurriculares

Desde o dia 7 de outubro, as escolas do estado de São Paulo estavam autorizadas a receber alunos presencialmente, mas apenas para a realização de atividades extracurriculares nos ensinos infantil, fundamental e médio. O governo do estado deixou a decisão do retorno às aulas presenciais para cada município definir.

Na capital paulista, a retomada para atividades extracurriculares foi autorizada na mesma data, mas a ocupação máxima foi de 20% da capacidade de alunos das escolas e com frequência de, no máximo, duas vezes por semana e pelo período de até duas horas para atividades culturais, cursos de idiomas, atividades esportivas que não sejam coletivas, aulas de música, aulas de reforço e acolhimento (veja as regras aqui).

*Supervisão Tatiana Santiago.

Fonte: Portal G1 - Tatiana Santiago, Beatriz Magalhães e Vivian Souza*, G1 SP

Compartilhe:

Postagens Recentes

Auxílio doença: Diferença no valor...

Nov 27

Fator Acidentário de Prevenção:...

Nov 26

Auxílio Emergencial: Guedes diz que...

Nov 25

13º salário: A pandemia vai mudar a...

Nov 24

Senado aprova 3ª fase do Pronampe e...

Nov 23

Receita abre na segunda-feira (23/11)...

Nov 23

Aprovada no Senado terceira fase do...

Nov 19

CPF: Receita faz operação para...

Nov 18