Notícias

Auxílio emergencial: Cruzamento de dados reduzirá número de beneficiários

Fev 18, 2021 | Comentários

Apenas metade dos brasileiros cadastrados devem receber nova rodada do auxílio emergencial.

O cruzamento de bancos de dados permitiu que o governo federal realizasse um pente-fino e chegasse ao que considera o número de pessoas que precisarão de uma nova rodada do auxílio emergencial: cerca de 33 milhões de brasileiros, entre eles os 14 milhões que já estão no programa Bolsa Família.

A primeira rodada, paga a partir de abril do ano passado, chegou a mais de 65 milhões de pessoas. Já na segunda rodada, com metade do valor, a partir de setembro, já eram em torno de 57 milhões de pessoas.

O cruzamento foi feito a partir de 11 bases de dados. Foi utilizada também uma plataforma desenvolvida pelas secretarias de Governo Digital e de Previdência e Trabalho. A nova base será usada também para outros programas de renda e de emprego que venham a ser lançados.

Entre os bancos de dados utilizados estão os do Caged, INSS, MEI e CNIS. Apenas pelo CPF da pessoa, é possível identificar se é servidor público, militar, aposentado, pensionista, empresário e quem são seus dependentes no Imposto de Renda.

Auxílio emergencial

O novo ciclo do auxílio emergencial foi reafirmado em uma reunião, na última sexta-feira (12). Entre os componentes do agrupamento, estavam Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Pacheco, presidente do Senado e Paulo Guedes, ministro da Economia.

O governo ainda segue em discussão a respeito do valor das parcelas do novo auxílio, bem como em quantos meses serão pagas. No entanto, o ministro da economia já declarou que a previsão é de três a quatro parcelas no valor de R$ 250 inicialmente e, de R$ 200 para finalizar. O intuito é começar a nova distribuição do benefício no início de março.

O presidente do Senado afirma que o Congresso está se movendo para obter a aprovação de uma nova rodada de pagamento do benefício, tratando do assunto como prioridade, cobrando, inclusive, a participação do Legislativo no processo.

Fonte: Portal Contábeis 

Compartilhe:

Postagens Recentes

MPEs: Governo e CNI estruturam parceria...

Mar 05

Governo de SP coloca todo estado na...

Mar 03

Senado cria incentivo fiscal para...

Mar 03

Pix: limite de movimentação de...

Mar 02

IR 2021: fiscais checam ostentação...

Mar 01

IR 2021: empregadores têm até esta...

Fev 26

IR 2021: Auxílio emergencial deve ser...

Fev 25

Doria anuncia toque de recolher em SP...

Fev 24