Notícias

Desenrola Brasil termina em março; 11,5 milhões de pessoas já foram beneficiadas

Fev 16, 2024 | Comentários

Ao todo, foram negociados R$ 35 bilhões em dívidas.

Desde sua implementação em julho do ano passado, o Desenrola Brasil já viabilizou a renegociação de R$ 35 bilhões em dívidas, beneficiando cerca de 11,5 milhões de pessoas até o momento.

De acordo com informações do Ministério da Fazenda, desde sua implementação, aproximadamente 17 milhões de dívidas foram reestruturadas ou saíram do status negativo, proporcionando um alívio financeiro significativo para muitos brasileiros.

Mudanças no Desenrola Brasil

Recentemente, o governo federal promoveu alterações na plataforma do programa, tornando-a acessível também através de sites de bancos, birôs de crédito e outras instituições financeiras cadastradas no programa. A integração visa ampliar o alcance do Desenrola Brasil, facilitando o acesso dos devedores a opções de renegociação.

Uma das mudanças mais significativas foi a inclusão dos usuários com conta Gov.br de nível bronze, antes restrita apenas aos níveis prata e ouro. Desde essa atualização, cerca de 42% das negociações diárias são realizadas por usuários com esse nível de conta, evidenciando a democratização do acesso ao programa.

Além disso, o governo prorrogou o prazo para participação no Desenrola Brasil até 31 de março de 2024. Para participar, os cidadãos devem ter uma renda bruta mensal de até dois salários mínimos ou estar inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

As dívidas elegíveis para renegociação devem ter sido negativadas entre janeiro de 2019 e dezembro de 2022, não ultrapassando o valor de R$ 20 mil cada. Isso inclui não apenas dívidas bancárias, como cartão de crédito, mas também contas atrasadas de serviços essenciais, como energia, água, telefonia e comércio varejista. As dívidas disponíveis para renegociação na plataforma podem ser parceladas até o valor de R$ 5 mil por beneficiário.

Fonte: Portal Contábeis 

Compartilhe:

Postagens Recentes

Quais são as mudanças no IRPF em 2024...

Abr 19

FGTS: entenda o prazo para liberação...

Abr 18

Saques do FGTS devem ser informados no...

Abr 17

RH: estratégias para combater o...

Abr 16

Litígio Zero 2024: entenda quais...

Abr 15

IRPF 2024: benefícios como...

Abr 12

Golpe: Receita Federal encontra novos...

Abr 11

Como saber se tenho direito à...

Abr 10